Skip to main content

PROEX PONTAL – Setor de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis

 

A Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis no Campus do Pontal -  tem sido, dentro dos moldes norteadores da Universidade Federal de Uberlândia, um significativo provocador de mudanças na sociedade local, compartilhando vivências, exercitando o diálogo e trocando experiências no desenvolvimento de projetos dentro dos programas existentes, e  projetos isolados, além do atendimento ao aluno através dos Assuntos Estudantis e desenvolvimento das atividades culturais, contribuindo para que a Universidade abra suas portas e leve seu conhecimento e suas ações para além dos seus muros, socializando o conhecimento e oportunizando o crescimento pleno do exercício da cidadania.

A equipe técnica trabalha segundo os parâmetros da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Uberlândia, buscando constantemente contribuir, de forma qualitativa com ética e seriedade, para o bom desempenho de todo o trabalho administrativo desenvolvido no Setor, ao apoio dado ao desenvolvimento dos projetos e programas existentes, no que diz respeito ao planejamento, execução, acompanhamento, controle e avaliação, às atividades dentro dos programas extensionistas, como seminários e simpósios, ao atendimento aos alunos nas questões estudantis e colaboração na realização das atividades culturais.

 

EXTENSÃO

A Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis - PROEX,  coordena e implementa a política institucional da Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis na UFU; a Extensão Universitária é um processo educativo, cultural e científico que articula o Ensino e a Pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre Universidade e Sociedade, tendo como princípio básico a efetiva interação com a Sociedade, seja para se situar historicamente, para se identificar culturalmente ou para referenciar sua formação acadêmica.

As atividades extensionistas realizadas na cidade de Ituiutaba tiveram seu início em abril de 2007, com a consolidação da proposta de expansão da Universidade Federal de Uberlândia, através da concretização do Campus Pontal.

É imprescindível ressaltar que no Campus Pontal a Universidade Federal de Uberlândia possui mais de duzentas ações extensionistas registradas em seu sistema de informação de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis – SIEX, o que dá base e validade, nos termos da legislação em vigor, para que seja possível a elaboração de catálogos, a produção de relatórios institucionais entre outros, garantindo assim o pleno registro, acompanhamento, supervisão e socialização das ações extensionistas e culturais junto à sociedade e demais órgãos. O grande desafio da Universidade é a transposição dos muros e essas atividades contribuem de forma sólida para a articulação entre Ensino, Pesquisa e Extensão.

Dentre os Programas e Editais, podemos citar:

 

  • Programa de Formação Continuada em Educação, Saúde e Cultura Populares:  oferece um conjunto de ações educacionais e culturais, tendo como fundamento os princípios da transdisciplinaridade, da participação democrática, do respeito à pluralidade cultural e étnica, da igualdade de oportunidades, no sentido da inclusão social;

  • PROEXT (MEC) - Programa de Apoio à Extensão Universitária:  tem como objetivo potencializar e ampliar os patamares de qualidade das ações propostas; estimular o desenvolvimento social e o espírito crítico dos estudantes, bem como a atuação profissional pautada na cidadania e na função social da educação superior; contribuir para a melhoria da qualidade de educação brasileira.

  • PEIC - Programa de Extensão Integração UFU/Comunidade: tem como objetivo incentivar e apoiar projetos que contribuam para reafirmar a extensão enquanto processo acadêmico definido e efetivado em função das exigências da realidade, indispensável na formação do(a) aluno(a), na qualificação docente e no intercâmbio com a sociedade; oferecer respostas às necessidades   da sociedade por meio de ações extensionistas relacionadas às áreas temáticas definidas pela Política Nacional de Extensão Universitária: Comunicação, Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Meio Ambiente, Saúde, Tecnologia/Produção e Trabalho na perspectiva da inclusão social.

  • PIEEX - Programa Institucional de Estágio Acadêmico de Extensão Remunerado e PIBEX - Programa Institucional de Bolsa de Extensão: visa estimular a comunidade acadêmica, ou seja, alunos, professores e técnico -administrativos a desenvolver ações voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população, ampliando a função social da universidade pública e gratuita e o seu compromisso com a transformação da sociedade.

 

ASSUNTOS ESTUDANTIS

Atendimento Estudantil (Pedagoga)

A Assistência Estudantil da UFU/FACIP visando atender ao PNAES (Plano Nacional de Assistência Estudantil) desenvolve programas e projetos envolvendo profissionais das áreas de Assistência Social, Pedagogia e Psicologia. Realiza e acompanha ações nas áreas de Apoio Pedagógico (inclusive atendimentos individuais), Inclusão Digital e Programa de Integração dos Estudantes Ingressantes (Recepção aos Ingressantes).

No ano de 2009 foi realizado o evento TRAJETÓRIA ACADÊMICA COM QUALIDADE DE VIDA que contou com a participação de 220 estudantes da UFU/FACIP e os Cursos de Informática (Básica e Intermediária) com disponibilização de 80 bolsas. Em 2010 tivemos o Curso de Inglês (Básico e Pré-Intermediário) que disponibilizou 120 bolsas, os Cursos de Informática (Autocad 2D 2008, Photoshop e Informática Intermediária) com o total de 60 bolsas. O PROFIC – Formação de Agentes Ambientais (nos anos 2010 e 2011) selecionou 8 projetos que através das suas ações atingiu aproximadamente 728 estudantes e indiretamente 500 pessoas da comunidade. O projeto RENOVAR (nos anos 2010 e 2011) contou com a participação de 174 estudantes.

 

Atendimento Estudantil (Assistente Social) 

  • Entrevistas com estudantes candidatos às Bolsas Alimentação Tipo I e Tipo II, Bolsa Moradia e Bolsa Transporte Urbano;

  • Análise sócio-econômica dos documentos apresentados pelos candidatos às bolsas, para concessão das mesmas aos estudantes considerados de baixa condição sócio-econômica (que é o público alvo das políticas de assistência estudantil);

  • Visitas domiciliares para  averiguação de informações prestadas e complementação de informações, quando se dizerem necessárias;

  • Acompanhamento do desempenho acadêmico dos estudantes bolsistas visando garantir sua manutenção na universidade; - Acompanhamento da lista de pagamento dos estudantes bolsistas; - Atendimento de demanda espontânea que se apresente ao Serviço Social.

 

Bolsas: atualização outubro/2012

Bolsa Alimentação:

Tipo1 - 353bolsas  – 180,00

Tipo2 – 221bolsas  – 250,00 

 

Bolsa Moradia:

165bolsas – 300,00

 

Bolsa Transporte:

275bolsas – De acordo com os horários do aluno.

 

Atendimento Psicológico

O Atendimento Psicológico ao Estudante do Setor de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis está alinhado com a Política Nacional de Assistência ao Estudante que visa promover todas as condições necessárias para que o aluno possa permanecer ativo na Universidade e concluir seu curso com certa tranquilidade.

I – Processo de triagem

Todos os estudantes que procurarem o serviço terão o direito e, deverão passar necessariamente, por um processo de triagem prévio ao início da psicoterapia. Este processo será agendado pelo setor, e poderá ter duração mínima de 1 sessão e máxima de 2 sessões. O processo de triagem não implica necessariamente em início imediato da Psicoterapia; haja visto que serão avaliadas as prioridades, os critérios de urgência e respeitada a lista de espera, quando houver. O processo de triagem não implica necessariamente que o estudante iniciará a Psicoterapia no Atendimento Psicológico ao Estudante (APE) do Setor de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis (SECAE); pois, uma vez que os critérios mínimos não forem preenchidos e houver lista de espera, o estudante poderá ser orientado e encaminhado.

II – Público

O APE se destina à todos os estudantes da UFU, tanto das graduações quanto das pós-graduações. No entanto, no caso de lista de espera, há que se considerar a lista de prioridades de atendimento imediato:

a) Terá prioridade de atendimento os estudantes com baixa condição sócio -econômica, que não possuírem condições de contar com a rede particular de atendimento psicológico da cidade;

b) Terá prioridade de atendimento os estudantes que estiverem experienciando dificuldades de desempenhar as atividades acadêmicas, acarretando em reprovações e baixa produtividade dentro da academia;

c) Terá prioridade de atendimento os estudantes que estiverem concluindo o curso no prazo de um ano;

d) Terá prioridade de atendimento os estudantes que obedecerem aos critérios de urgência e emergência que se constituem em;

d.1.) Tentativa ou pensamentos de auto-extermínio;

d.2.) Crises emocionais e/ou neuróticas;

d.3.) Casos de luto recente;

d.4.) Risco eminente de jubilamento no curso.

III – Especificidades do atendimento:

a) Atendimentos Individuais

A periodicidade dos atendimentos individuais será estabelecida em contrato com o estudante de acordo com avaliação psicológica. As sessões podem ser uma ou duas vezes por semana, ou quinzenais; a depender do planejamento terapêutico. A Psicoterapia Individual terá caráter de Intervenção Breve; constituindo uma intervenção terapêutica focada em uma queixa específica e alívio de sintomas psicológicos, promovendo melhores condições de vida ao estudante e contribuindo para a qualidade de sua vida acadêmica. Visando a eficiência do serviço em atender a demanda de forma hábil, estabelece-se uma média de 10 sessões por estudante, caracterizando em psicoterapia breve, podendo ser estendida caso o profissional avalie a necessidade.

Contando com o comprometimento do estudante que procura o APE, estabelece-se que 3 (três) faltas sem justificativa configura em desligamento automático, permitindo que sua vaga seja preenchida pelo próximo da lista da espera. Caso o estudante avalie a necessidade da psicoterapia, deverá passar novamente pela triagem, reiniciando o processo.

 

CULTURA

A Proex Pontal contribui desde a organização até a divulgação das diversas atividades culturais promovidas pela Proex para as comunidades acadêmica e local, despertando o interesse e a valorização da cultura a cidade de Ituiutaba.

Apóia o desenvolvimento das múltiplas dimensões culturais, aos programas e projetos que estão voltados para o acesso a bens culturais essenciais, para o exercício da cidadania, pensando na arte, a educação e o lazer como meios de inclusão social. Neste contexto diversas atividades vêm sendo realizadas no Campus Pontal, as quais se destacam:

- Universidade na Praça; Arraia da FACIP; FECAPO, Mostra de Cinema Cubano; Circo Cultural; Festival Latino Americano de Teatro Ruínas Circulares e Primeiro Seminário Nacional de Pesquisa em Teatro; AnimaUdi; Teatro de Formas Animadas; Encontro de Violas em Ituiutaba, Saga no Sertão da Farinha Podre (Grupo Rebuliço);Edital 01/2011 Proex/ Proplad – Programa de incentivo à Produção Cultural entre outros.

 

EQUIPE

COORDENADORA DOS SERVIÇOS E GERENTE NO CAMPUS PONTAL

Cássia Maria Oliveira Bisinoto - Administradora
E-mail: cassia@proex.ufu.br
Telefone: 34 3271-5217

 

SERVIDOR

CARGO

E-MAIL

TELEFONE

Roneide Maria Gonçalves Assistente Administrativo roneide@pontal.ufu.br 34 3271-5204
Valesca Correa Pereira Técnica em Assuntos Educacionais valesca@pontal.ufu.br 34 3271-5204
Francisvânia Rodrigues Silva Pedagoga francisvania@pontal.ufu.br 34 3271-5205
Tânia Maria Cunha Gomes Assistente Social taniamcg@pontal.ufu.br 34 3271-5205
Polyana Alvarenga Matumoto Psicóloga pam@pontal.ufu.br 34 3271-5205
Shirley da Silva Parreira Auxiliar Administrativo (contrato Prefeitura Municipal)    
Camila Ramos Barreto bolsista selecionada por Edital    

 

LOCALIZAÇÃO

Bloco C – sala 10